Por quê vim morar em Sergipe?

   Fui parar pra pensar esses dias, e nunca falei pra vocês, o porquê, de eu ter vindo morar em Sergipe com minha família. Então, vim aqui conversar com vocês sobre isso.

   Como vocês sabem eu sou de Niterói, uma cidade do estado do RJ. Minha mãe é de Sergipe, e meu pai, do RJ. E eu sempre morei em Niterói, nunca mudei de casa. Todo final de ano, vinhamos pra cá pra visitar a família da minha mãe. A gente, então, sempre comprava a passagem de ida e volta, ficávamos umas duas semanas por aqui. Porém, em dezembro de 2015, foi diferente. Além de termos comprado passagem só de ida, íamos passar um mês.

   Depois de um tempinho que já estávamos aqui, minha avó teve um AVC e entrou em coma, então minha mãe resolveu ficar. Ela ficou em coma por uns dois dias, mas, ela já não andava antes, e quando acordou, não falava, e quase não mexia os braços. Ficou de cama , e a gente alimentava ela por uma sonda. E permaneceu assim por um mês, até que faleceu. Meses depois também, perdi um tio daqui.

   Nesse meio tempo, minha irmã teve que começar a estudar então meus pais matricularam ela em um colégio daqui, e ficou combinado de que ficaríamos só naquele ano, mas, o tempo foi passando, e  meus pais decidiram ficar, já que tá meio perigoso em Niterói. Não pretendemos morar aqui, mas, vamos esperar as coisas se acalmarem em Niterói, pra voltarmos.

   E é isso gente! Isso é um resumo de tudo. Se gosto daqui? Olha! Amo minha cidade e minha casa. Eu vejo aqui, como um lugar pra passar férias, pra espairecer. Entendem? mas, pra morar, é complicado. Porque, agora moro em uma cidade pequena chamada Santana do São Francisco. Ainda, mais sendo blogueira, é bem difícil pra mim.

 

Em frente ao famoso Rio São Francisco, aqui em Santana.

 

 

Share this:

ABOUT THE AUTHOR

Hello We are OddThemes, Our name came from the fact that we are UNIQUE. We specialize in designing premium looking fully customizable highly responsive blogger templates. We at OddThemes do carry a philosophy that: Nothing Is Impossible

0 comentários:

Postar um comentário